Conto do vento

Um texto de alguns meses atrás…

_________________________________________________________________

Vislumbro o futuro nas páginas dos livros que leio, sinto a dor dos amores, e a tristeza que cada amor eterno traz a alma das ingênuas mocinhas de contos de fantasia. Me enxergo na tristeza e no amor involuvel, inquebrável, incoerente e indestrutível. Os vislumbres dos contos de fada me deixam apaixonada por vários amores, e triste por vários motivos tolos, talvez não assim tão tolos, mas ainda sim, tolos. Me canso da dança de vida e morte, me canso da competição por uma mesma causa corriqueira, e que eventualmente torna minha vida o inferno que não pode ser descrito por palavras dessa lingua. O conto do vento, do tempo, me faz chorar pela sua falta, matar pela sua presença, e cortar minha alma por um pouco mais do seu amor.

Marcela Souza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s