Vislumbre

Vislumbre

Ele me disse algo,
E me olhou com aqueles
olhos de calma e fogo,
Olhos doces e profundos.
Mesmo sem ouvi-lo,
Percebi que era a hora,
A hora de toma-lo pra mim,
Te-lo novamente pra mim,
Esconder-me em seus braços,
E nunca mais deixa-lo partir.

Marcela Souza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s