Leve, e então tão leve

Leve, e então tão leve

Ainda tenho as suas marcas,
Em minha pele e em minha alma,
Não demorarão a passar,
Mas o tempo é tão relativo pra nós,
Cada dia da semana são tantos anos,
Cada minuto, tão poucos segundos.
Essas minhas marcas tão visíveis,
São tão leves, em relação a nós,
São tão doces de se ter, de se ver,
É bom lembra-las, é tão forte, tão imparcial,
Uma lembrança doce que deixou sua marca,
Uma marca que sempre vai estar aqui,
Mesmo que eu não possa vê-la.

Marcela Souza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s