Desejo

Desejo

Desejo, por si, é um ponto de vista.
Um ponto de morte, ou um ponto de vida.
Confusão, repartição, discussão.
O desejo, deseja alguém.
E o alguém, alguém deseja.
O desejo passa em pensamento,
arrepia o corpo, por muitos momentos.
Se arrepia por si só de falar do desejo.
Do desejo de tocar quem se deseja.
Se deseja escondido, se deseja partindo,
assim, desejo o desejado, e não o compreendido.
Desejo o amor simples, e a simplicidade de ter amor.
E assim, eu te desejo.

Marcela Souza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s