Fogo e Água

Peço sinceras desculpas se de tudo que vivi,
pouco soube amar, mas me redimi,
e me perdoou a cada dia,
pois cada palavra dita, me magoa,
me encanta, me queima, me esfria,
sou do fogo as cinzas,
do fogo sou o que queima,
da água o que esfria,
e no frio o que me esquenta,
mas não sou triste, nem fui triste,
nem de corpo, nem de alma,
pois sou fogo, fogo que queima,
que revivi, que destrói,
que esquenta que incendeia,
mas como água,
prefiro não ser mais gelo.

 

Marcela Souza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s