Back to Madness

(Escrevendo músicas…)

Diga a mim, o traga de volta,
conte a ele sua realidade,
de volta ao coração puro, me traga de volta,
enquanto a mãe cantava uma canção de amor,
nós solitários cantavamos a luz,
e essa noite eu estou de volta em você,
e espero que você me traga a tona…
você é minha, a luz é nossa,
e as desgraças estão de volta,
o traga de volta!
ou o deixe ir de uma vez.

Venha até mim em juramento e eu o levarei,
não tente prender um animal selvagem, a luz dele tem que voltar,
o traga de volta!
(Eu nunca trarei em mim…)
o traga de volta!
(Ele ada está aqui…)
ou deixe ela ir para todo o sempre,
traga-o de volta ao futuro, o passado passou a me importar,
traga aquela mente de volta, mais uma…

De volta ao passado, ele está em você,
traga-o ou nos enfrente, traga-o de volta,
de volta ao furturo,
a melodia o prende,
de volta ao passado não!
deixe ele livre para o silêncio,
deixe ela voltar pra mim…
más ele sempre será nosso, e sempre seremos dele,
pois a volta já é esperada,
traga-o de volta ou ele nos buscará em você,
o silêncio nunca será eterno,
o tempo continua correndo, contra você,
traga aquela mente de volta, mais uma vez!…

Marcela S.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s